sexta-feira, 22 de junho de 2012

Já passamos os quartos, venham as meias!


Foi um dos jogos que vi com mais calma (afinal, a minha fé é daquelas boas). Alguns dos nossos jogadores entraram com força a mais nos pés. O Rui Patrício andou ali com a vista um pouco trocada. A bola teimava em ir ao poste em vez de entrar na baliza. Mas o meu sexto sentido dizia-me que iríamos conseguir. E não me falhou. Durante o intervalo, a ver os reclames (adoro esta palavra, lembra-me a avó mais linda, a minha), até deu para perceber que o Postiga tem jeito para mimo. O que é uma boa notícia. Vai dar para se entreter até às meias finais que irá acompanhar, como o comum dos mortais, da bancada...




Agora, só resta esperar até amanhã para saber quem nos calha em sorte. Eu preferia a França, confesso. Significaria que também conseguia chegar às meias finais. E, claro, entre Portugal e França, não tenho dúvidas, irei torcer, a cem por cento, pela nossa selecção, a selecção portuguesa.

16 comentários:

  1. Respostas
    1. :) Uau! um smile do anão gigante! Conheço uma certa blogger que vai ficar roidinha de inveja ;)

      Eliminar
  2. Nós temos um mau histórico com a França... 84, 2000, 2006... Não sei não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, verdadinha. Mas esta seria uma óptima oportunidade para virar o jogo, quebrar esse mau histórico que está entaladinho. E olha que a Espanha também não é pêra doce...

      Eliminar
    2. Mas psicologicamente acho que calhava bem a Espanha, ainda lhes demos uma coça na Luz, da última vez e tudo.

      Eliminar
    3. Belo jogo. Foram 4-0, certo? Naquela altura em que o Hugo Almeida ainda conseguia marcar pelo menos um...
      Mas lá está, se for com a Espanha, eles vão querer vingança e pode tornar-se complicado...

      Eliminar
  3. Venham as meias e já agora s sapatos também!

    ResponderEliminar
  4. Reclames é palavra proibida na minha área! Palavra feia essa ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então mas porquê? Eu gosto tanto :)
      É de ser uma palavra meio antiquada, é isso?

      Eliminar
    2. Pesquisa no Goolge images e vê o que te aparece...

      A palavra correcta é anúncio.

      Não te quero ver a usar mais essa palavra, ok?! :P

      Eliminar
    3. Já fui. E aparece-me muita coisa parecida com anúncios...

      Ficarei muito triste se tiver, por motivo de força maior, deixar de dizer "reclame". É em homenagem à minha avó, percebes? :)

      Eliminar
    4. Não vale chantagem emocional. Reclame não passa de um letreiro luminoso.

      Repete comigo:
      Reclame não, Anuncio sim
      Reclame não, Anuncio sim
      Reclame não, Anuncio sim
      Reclame não, Anuncio sim
      Reclame não, Anuncio sim

      Eliminar
    5. Ahahahahahaha! Agora fizeste me rir com vontade mesmo :D

      Mas olha que eu digo quase tudo na brincadeira, mas a homenagem à minha avó é verdade. Foi a pessoa mais importante na minha vida. E ela dizia sempre reclame. Fazia-me sorrir, na altura, quando ela falava dos reclames.

      Para além de me fazeres rir, ensinaste-me uma coisa. Pensava mesmo que reclame era um sinónimo mais antiquado de anúncio ou publicidade. E, pelo Google images, não chegava lá. Aparecem letreiros, sim, mas também várias publicidades bem giras como aquelas da Coca-cola. :)

      Eliminar
    6. Deixa lá...por vezes a minha mãe ainda diz (a sensação é de que estão a enterrar-me um punhal no coração) :P

      Mas enfim...estou aqui para partilhar conhecimento, de onde este saiu há muito mais, algumas coisas até arriscaria que estão na categoria do interessante ;)

      Eliminar
    7. Não tenho a menor dúvida disso, Sue. E eu vou estar atenta, a ver se consigo aprender mais umas coisitas ;)

      Eliminar