segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Agora fiquei na dúvida, o que é uma grande chatice

No outro dia, quando abri o email do blogue, tinha uma surpresa. Não, não era propriamente uma prenda*, que o natal ainda vem lá longe e nem sequer a árvore montei**. Mas fiquei surpreendida. Era uma pessoa a dizer-me exactamente o contrário do que me tinha dito, um ou dois dias antes, num comentário. Gostei de saber que o que tinha sido dito, afinal, não era bem (nada) assim. Ficou, no entanto, uma dúvida. Dúvida essa que me anda a atazanar a cabecita (que o juízo, esse, a modos que está meio congelado e não é só do tempo).
Então mas essa de se dizer o contrário do que se quer efectivamente dizer; aquela cena de dizer "não" quando se quer dizer "sim", não é coisa de gaja?, pergunto. Será que os homens também já foram atingidos por esse mal?, interrogo-me. Digam que não. Digam-me que não é nada disso, por favor. Digam que ainda se pode acreditar no bom senso masculino, pleeeeaaaaaase.
 
 
 
 

* se bem que, pensando melhor, o conteúdo do email já prometia um presente, sim. Isso é que foi giro. Não só, é certo, mas também.
** shame on me. O combinado sempre foi montar a parafernália natalícia toda no primeiro fim-de-semana de Dezembro. Este ano, falhei. Tive mais com que me preocupar. O que não é necessariamente uma coisa boa.

 
(Esse seu nickname tem muito que se lhe diga. Ai tem tem... Sim, neste preciso momento, estou a falar directamente para a pessoa que me enviou o tal email-surpresa.)

57 comentários:

  1. Respostas
    1. Só isso, Roque?!!!! E eu à espera de uma dissertação sobre a coisa... Tu és homem, bolas! Diz de tua justiça! Se bem que, essa tua frase, já diz muito... e nada de bom, digo-te já.
      Fiz uma pergunta séria. Estou deveras preocupada. E tu só me baralhas mais?!!
      E, depois, a má sou eu! ;p

      Eliminar
    2. lamento dizer-te... mas os homens estão a ficar demasiado complexos. Vocês estão a perder essa batalha. Em breve seremos auto-suficientes... AH... AH... AH... AH...

      Eliminar
    3. Ahahahahah! Até parece... Auto-suficientes o tanas, ó Roque! :p
      Essa do "demasiado complexos" é uma grande chatice... Se há coisa que sempre admirei e gostei nos homens é o facto de serem (na sua grande maioria) descomplicados.

      Eliminar
  2. O problema é que de há uns anos para cá há uma terceira espécie que não é homem nem mulher ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hein?!!??!!! A sério, ND?! Explica-me lá isso muito bem explicadinho que eu não conheço essa modernice ;p

      Eliminar
  3. Dizer não quando se pretende dizer sim (ou começar todas as respostas com um não, para depois desenvolver e chegar, finalmente, a um sim), é coisa de Pacheco Pereira. lool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui... Não me venhas com política, microcéfalo...
      ;D

      Eliminar
  4. Sou mulher, não te posso responder! :)
    Não sei o que se passa nas cabeças dos machos.
    Só sei que me andas a falhar mais que as notas de 100 euros...
    ENTÃO E O FRANCIU? Mau....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu?!!
      Mas... mas... não ando a falhar nada, Lírio.
      Já expliquei. O franciú só não saiu na sexta passada porque pensei que andavas desaparecida e não queria que perdesses aquele tesouro. Mas da próxima sexta não passa, te garanto!! ;D

      Eliminar
    2. Ah bom... bem mais descansada! :)
      Mas o que te fez crer que andava desaparecida?
      (Por acaso até tive um dia ocupado)

      Eliminar
    3. ;)
      Sei lá… deve ter sido por não me vires cá chatear vez nenhuma...
      (lá está)

      Eliminar
  5. Bem, tenho que concordar com o NightDark.

    ResponderEliminar
  6. Na intenção quase utópica de ajudar-vos mais a entender mais sobre o universo masculino, ando a compilar umas série de fatos e verdades sobre os homens que atempadamente submeterei à vossa consideração.
    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui… isso é que é. Pode ser utópica, mas não deixa de ser uma intenção louvável. Fiquei sem palavras com tanta generosidade desinteressada. Quase comovida, diria e, claro, muito curiosa. Sendo assim, vou esperar, para, depois, poder considerar. O Lynce diz que sou simpática. Pois eu cá atrevo-me a dizer que o Lynce é um amor...
      ;p

      Eliminar
  7. Pergunta parva: Os homens têm mesmo bom senso? lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu julgo que sim, NTW... E quero continuar a acreditar nisso. Mas quem sou eu... :)

      Eliminar
  8. E porque será que se arrependeu e te enviou um email com a sua verdadeira intenção que por medo/vergonha nao disse logo? Penso que estará interessado Mam'zelle... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ei! Ei! Calma aí, Eva Maria!!!!
      Mas quem falou em “arrependimento”, em “medo” ou em “vergonha”? Estou tramada... ai estou, estou...
      (tu fazes cá com cada filme, vou te contar... sou uma miúda com imaginação, que a tenho, mas tu partes a escala toda! ;p)
      Interessado em quê, hein? A cagar para quê, hein?! Sua mente fantasiosa... :p

      Eliminar
  9. Eu concordo com a Eva Maria... Ele foi demonstrar as verdadeiras intenções por mail, em privado... Que os comentários são públicos e vistos por muita gente. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha outra, a fazer um filme. "verdadeiras intenções"... até soou bonito...
      Não tem nada a ver com o que a tua cabecita está para aí a pensar, mas teve graça ;)

      Eliminar
  10. Ai, já não perco muito tempo a tentar perceber. Clareza é que é bonito, rodeios é uma perca de tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu não és mesmo de perder tempo nem de rodeios, Aidan. Já deu para perceber... ;)

      Eliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. Não sou pessoa de me envolver em assuntos que não me dizem respeito mas gostei dos extremos em relação ás opções.
    1ª opção -> Daqueles que jogam para a mesma equipa.
    2ª opção -> Vergonha/medo/interesse.
    Como não há duas sem três, eu vou inventar uma, só porque sim e vou fazer a fu-são (com voz do Trunks e Son Goten).
    3ª opção -> Deve ser um maricas interessante que gosta de fazer surpresas de forma vergonhosa (úúúú medo.
    Voilá!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahah!
      Tu tens cá um poder de síntese e, essencialmente, uma imaginação impressionantes, Verdade.
      Gostei de ver... ;p

      Eliminar
  13. ainda não fui afectado com isso, AINDA...

    quem sabe um dia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas com "isso" o quê, Urso?

      É para se ficar à espera, é? ;p

      Eliminar
    2. "Isto":
      "aquela cena de dizer "não" quando se quer dizer "sim", não é coisa de gaja?, pergunto. Será que os homens também já foram atingidos por esse mal?"

      :P não padeço disto, "comprende paz" :)

      Eliminar
    3. Que bom! Sendo assim, nem tudo está perdido. Ainda há homens descomplicados... ;)

      Bem, não é por isso que há obrigatoriamente paz. Os homens, regra geral, não têm esse "defeito", mas têm muitos outros. Alguns bem piores... ;p

      Eliminar
    4. Paz em que sentido, se falares nas guerras, falamos de lideres e não os homens no geral, pois estes são carneiros...

      No dia a dia, faz parte do gene humano uma série de preponderâncias e factores que fazem com que ajam da maneira que ajam... e prontos gastei as palavras caras para uma semana... :P

      Eliminar
    5. Tinhas de vir com o tema das guerras?!! Outra vez?!! Bolas!! Com que então, os homens no geral são carneiros? Muito me contas, Urso... ;)

      Hein?!!? Ui... agora falaste sério, foi?! ;p
      Mas, já agora, há alguma "preponderância" que te faça dizer "não" quando queres dizer "sim", Urso?

      Eliminar
    6. Ai tu, ai tu :)

      Tu falas-te em que:
      "não é por isso que há obrigatoriamente paz"
      E eu concluí que nos conflitos não são os homens (em regra geral que querem entrar no conflito, eles são obrigados a isso), mas sim existem uns lideres que os obrigam.

      Por norma falo a sério, ainda não tinhas dado conta :|
      Pode existir o factor orgulho, mas por norma ou não respondo, ou se é sim é sim, e amanhã será sim, se mudar será justificado e não porque queria que a outra pessoa entendesse que sim mas era não e...
      percebes-te não percebes-te!

      Eliminar
    7. Ahahahah! Estás a ficar sem paciência para a Mam'Zelle, Urso...? *.*

      Mas para ti só se pode falar de "paz" em confronto com "guerras"?!! Eu falo da paz no dia a dia, ó homem! :D

      A sério?! Falas a sério?! Eu também! Que giro! ;)
      Assim é que é falar, Urso!!! Percebi tudinho e acho muito bem que assim seja! :)

      Eliminar
    8. bisous, bisous :)

      Ó mulher, não te tinha percebido. Mas o que é o contrário de paz? Estás a ver como ainda consegui acertar e respondi-te ;)

      Só tu mesmo :) e já agora, estás-te a imiscuir da confusão, a menina também é do tipo de "Não, a sério podes ir ao café ver o Benfica que eu não me importo, vai lá com os teus AMIGOS, que eu fico aqui sozinha, não tem problema..." ou é "Vais ver o Benfica, é a m#$%& que é preciso ir limpar as casas de banho e aspirar a casa" :)

      Eliminar
    9. Merci, merci :)

      É verdade, Urso. Tu és aquela máquina... ;)

      Se, efectivamente, não me importar, e até preferir, que determinada pessoa vá ver o Benfica (beurk!) com os amigos, digo isso mesmo. Se tiver a casa por limpar e essa pessoa até se ajeitar para fazer o serviço, também lhe digo na hora! Ou seja, resumindo e concluindo, não tenho grande pachorra para essa coisa de “gaja” que é de dizer o contrário do que quer a ver se o outro adivinha ou simplesmente para ter uma “boa” razão para fazer birrinha. Mas, confesso, num momento ou noutro momento, já me aconteceu, sim... Só para ver se o moço era perspicaz... ;D

      Eliminar
    10. e era? :)

      Mas nada contra com isso, a sério, agora fazer-mos disso o nosso dia-a-dia nem pensar, a pessoa vai acabar por ficar desiludida...

      Eliminar
    11. Qual deles? ;p

      Desiludida? Eu diria sem pachorra alguma, isso sim!

      Eliminar
    12. bolas, o moço foi perspicaz ou não? :|

      de acordo.

      Eliminar
    13. Bolas digo eu! Qual moço, Urso? O último? O primeiro, no jardim escola...?

      :)

      Eliminar
    14. Bolas digo eu, lê isto:
      " Mas, confesso, num momento ou noutro momento, já me aconteceu, sim... Só para ver se o moço era perspicaz... ;D"
      foste tu que escreves-te, e eu só perguntei se foi, nada mais.
      Como diria o Herman, bolas, bolas, bolas, bolas...

      Que canseira ;)

      Eliminar
    15. Mas não preciso ler, fui eu que escrevi... ;p
      Mas fiz isso com vários moços... E uns eram mais perspicazes do que outros. Daí te perguntar qual é que queres saber...

      Eheheheh... Já ficaste sem paciência para mim? Fraquinho... ;p

      Eliminar
    16. Não quero saber de nenhum em especial, pensei que fosse uma situação recente e perguntei, interessa-me lá saber se no jardim escola fizeste isso...

      Olha, olha, queres ver... paciência é o meu nome do meio... prontos agora menos.
      E eu é que sou fraquinho, ah e tal sou directa mas gosto de perceber se percebem as minhas indirectas ah e tal, já me tinhas dito ;)

      Eliminar
    17. Então se achavas que era uma situação recente querias saber de um em especial sim senhor... ;p

      Hein...?
      "sou directa mas gosto de perceber se percebem as minhas indirectas" - o que é que isto tem de fraquinho?
      "já me tinhas dito" - quem é que já tinha dito o quê a quem?

      (Ahahahahah! Já te estou a ver, Urso, a ler este comentário, a soprar de cansaço e a pensar "Bolas, é mesmo chatinha, esta Mam'Zelle..." - Ahahahhhahahah! ;p)

      Eliminar
    18. é à pala destes tópicos que chegas 3416579641498 views em 2 dias e eu a ser um dos principais subsidiários, quero a minha parte dos lucros de exploração deste blogue... :P

      Esta Mam'Zelle, esta Mam'Zelle, sim és um bocado, mas à piores :D
      (muahahahahahahahah!!!) pronto cest fini

      Eliminar
    19. Muito obrigada pelo teu contributo, amigo Urso ;D

      A sério? E eu a pensar que ias dizer: "nada disso, és super hiper mega fixe, Mam'Zelle."
      Que desilusão de todo o tamanho...
      (oui, c'est fini, comme Capri ;p)

      Eliminar
    20. WTF comme Capri, que é isso pah!

      Só vais ser super hiper mega fixe, quando falares com árvores e usares a expressão nossa que biolência, está lançado o desafio ;)

      Eliminar
    21. Ouve isto: http://www.youtube.com/watch?v=4TP3u0rNkys
      (afinal também conheces a sigla, malandreco... ;p)

      Hein? Mas eu já falo com árvores!!!!!! E já usei essa expressão, aqui: http://amiudacom-pelo-na-venta.blogspot.pt/2012/06/tias-no-diz-que-disse.html

      Isso quer dizer que sou super hiper mega fixe?!!?? Diz, Urso! Diz! ;D

      Eliminar
    22. Já vi, agora vou ver se ouço ;)

      Epah, quase, é nossa que biolência e não mas que biolência

      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      Pronto pah, és super hiper mega fixe!!!! mas és mesmo

      Eliminar
    23. Ouve, que é coisa boa... ;)

      Bem... também não sejas picuinhas, Urso!

      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      .
      Eu sabia! Eu sabia! ;D

      Pronto, tenho de admitir, tu também és. Mesmo!

      Eliminar
    24. Lá fui ao carro buscar os auriculares e é catita... mas para ti http://www.youtube.com/watch?v=EV9lnCgSZBs

      Eheheheheh ;)

      À, graxista :)

      Eliminar
    25. Uauuuuuuu! Há quanto tempo não ouvia esta música! :)
      Agora fiquei foi surpreendida por também conehceres... Boa escolha, sim senhor.

      Obrigada!

      És um graxista fixe ;)

      Eliminar
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar