quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Porque o que eu queria mesmo era que me levasses contigo




mas já que não pode ser, leva uma amostra de mim.





QI elevado - confere,
deslocada no seio familiar - yep.
Tal e qual. Só que eu sou um tico mais gira.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Das ironias do destino.


Nunca chegaste a escrever um blogue para mim.
Como, em tempos, disseste que farias.
Fico com pena, porque teria sido algo bonito.

Outra pessoa lembrou-se de fazer aquilo que disseste que farias e não fizeste.
Uma caixinha de madeira com um bilhete lá dentro. 
No bilhete, o acesso a um blogue.
No blogue, mais de seis meses de escrita para mim.
Fico com pena, porque não foste tu que escreveste.

Fico com pena, porque quem escreveu continua a acreditar em algo que não existe. 
Fico com pena, porque continua a alimentar sentimentos e sonhos que, já há muito, não têm razão de ser.

E tu nunca chegaste a criar aquele tal blogue que, um dia, disseste que irias escrever só para mim.
E tenho pena, porque teria sido algo tão bonito.




Eu não vivo num filme, nem sou actriz, mas existe um blogue criado para mim.
Só que, ironia do destino, não foi escrito por ti.

Porque os paparazzi só se dão ao trabalho de flashar gente importante* #33














* tipo a Bolachita e eu. Sim, sim.




nota 1: não. não tenho nada barriga. é da saia. ou uma ilusão de óptica qualquer.
nota 2: não. não estou grávida. já disse que é da saia. ou de uma ilusão de óptica qualquer.
nota 3: não. ainda não tenho a hipótese de corrigir ilusões de óptica com o photoshop que uso. o que, convenhamos, me deixa um tico triste. para além de desiludida com esta cena das novas tecnologias.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Ela voltou


e senti ali um aperto, não sei bem onde, ao perceber que já não diz escobê.
Agora diz escoega. Tal e qual como gente crescida (mas que tem um problema com os erres).


De hoje para amanhã,
já sabe ler de trás para a frente
e eu sem dar por nada.
Sem me aperceber que,
de facto,
o tempo passa.


(é o que dá ter passado tantas noites fora, voltou-me toda desformatada. e toca de passar para a minha cama, às três da matina, depois de ter acordado meia hora antes e de eu ter demorado quinze minutos a adormecê-la de novo. agora façam vocês as contas.)

Herói é...



aquele que me atura convive comigo em Agosto e, chegado o mês de Setembro, sente vontade de repetir o feito.

Não só em Setembro. Nos outros meses todos que vêm a seguir também. Ei! Tu não me aturas. Tens o prazer, a honra e a sorte de fazer parte da minha vida. E também já conviveste mais comigo. Por isso mesmo, não te entusiasmes. Ainda vais ter de comer muita sopinha para virares amostra de herói. Pontinho.

sábado, 20 de agosto de 2016

Porque os putos são o melhor desta vida* #70 - especial dia mundial da fotografia


(imagem encontrada por esta internet fora)





* e porque há uma alminha que se diz farta de só se ver a minha 'garota' por aqui.


nota: eu sei que já passam quinze minutos da meia noite. e que, por isso mesmo, hoje já não é o dia da fotografia. mas, ironias das ironias, estive até agora a dar conselhos sentimentais ou lá como isso se pode chamar. sim. eu. (já disse que era irónico. podem parar de rir) por isso tenho desculpa.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Diz que é uma espécie de mantra sentimental* para o menino e para a menina



É que não vai lá de outra forma. Creio.

Isso e sinceridade.
Sinceridade absoluta. Sempre.




* porque eu também posso ser dada a coisas profundas e lamechas e melosas e piegas. basta querer. e o certo é que, regra geral, não quero.