quarta-feira, 18 de junho de 2014

E por falar em Mundial


Podem continuar a ouvir as J-Los e as Shakiras todas que quiserem e bem entenderem. Eu cá prefiro ouvir o Ricky.




 
Sim, sim, malta, obrigadinha, mas já estou fartinha de saber que o homem é gay. E, sim, sim, como já AQUI disse e muito bem, não tenho nada a ver com isso e não apaga aquele corpo e aquela estrutura óssea e aquele corpo e aquela barba de três dias e aquela estrutura óssea e aquelas tatuagens e aquele corpo e aquele movimento da anca, e aquela estrutura óssea e aqueles lábios e aquele rabiosque e aquele corpo, etc e coiso.
 
Ai e tal, mas olha que a música não é  lá nada de especial?
Mas quem é que - no seu perfeito juízo - quer saber da música para alguma coisa, afinal? Agora fiquei confusa...

6 comentários: