quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Hell yeah!! #52




16 comentários:

  1. Cá para mim isso chama-se baba ressequida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nããããããããão...
      mas...
      espera lá...
      por coincidência...
      foi mesmo daquele lado...
      E ainda me disse que tinha limpo tudo. Certinho direitinho.

      Não se pode confiar em ninguém.
      Bolas.

      Eliminar
    2. Não há coincidências minha menina. Não há. Ponto.

      Eliminar
    3. Pois. Há gajos que para além de serem uns dorminhocos são uns mentirosos de primeira. E eu admirada...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. A foto não sei, agora as intervenientes... upa upa.

      ;p

      Eliminar
  3. Uhhhhhhh babaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa :P :P

    Aiiiiii, páh, tenho que te ensinar tudo :P Ora bem, millet é milho miúdo, basicamente é um cereal. Dá para usar como acompanhamento (em substituição do arroz por exemplo) ou assim assado, nas granolas. É o melhor milagre para tratar dores de barriga e gastroentrites :D O agave é uma planta da qual se faz um xarope suuuuuper doce e muito mais saudável que o açúcar (a bem dizer até carvão é mais saudável que o açúcar, ahaha). O óleo de côco é sim senhora usado para besuntar o corpo, maaaaaaaaaaas também pode ser utilizado para cozinhar. Sim, sim, juro, juradinho! E ainda te digo mais, ele em estado "normal" é sólido mas basta um ligeiro calor (das mãos por exemplo) para ele derreter. Por isso é que num dia de Verão se deixares um frasco 10 minutos no carro, quando chegares ele vai estar completamente líquido. Mas não se estraga! Basta pores no frio que ele solidifica outra vez e não perde propriedades :P
    Quanto ao forno, tens razão :P Eu esqueço-me sempre disso, mas é que o meu não tem graus, só tem alto/baixo (eu costumo dizer que é mínimo ou queimado) por isso eu faço sempre tudo no mínimo dos mínimos, nem se ouve o gás a ser queimado :P
    Mais alguma dúvida, dona Mam'Zelle? Vá lá fazer granola que eu quero ver o resultado :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;D

      Bem... tudo tudo não me parece... ;p
      A sério? E onde se compra essa cena com nome de bailarino inglês?
      E esse tal de agave, onde vou buscá-lo?
      Ah! Afinal não sou tão desinformada quanto isso! Espera lá... mas não posso colocar o óleo de coco - aquele que compro na secção junto aos champôs – na comida, certo? Tem de se ir buscar noutra prateleira qualquer. Digo eu.
      Mas isso ainda existe? Fornos sem indicação de temperatura? Não pode...
      Responda já àquelas que aqui lhe coloquei. Depois falamos, sim? :)

      Eliminar
    2. Eu penso que nas áreas saudáveis dos supers há tudo isto e muito mais :P Mas também há em lojas biológicas (celeiro por exemplo) :P Hmmm.. boa pergunta. Os que eu conheço estão nas prateleiras junto aos outros óleos (girassol, sésamo, etc). Infelizmente existe e tinha logo que me calhar a mim. É muito mau :P
      Mais dúvidas, chuta :P

      Eliminar
    3. Eu não meto o rabinho em lojas bio. É contra os meus princípios (e a minha carteira). Vou procurar, então. Depois faço. Se não ficar nada de jeito, acerto contas contigo, depois. :p
      Quando tiver os ingredientes em casa e estiver para meter a mão na massa, talvez surjam mais. Aí, chuto. ;D
      Ah obrigada, sim?

      Eliminar
  4. Que amoreco, a piquinina está mesmo com um ar de malandra :p. É moldura, já!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse só o ar... ela é malandreca mesmo. Tem a quem sair. Acho. :p
      Ui. Nem me fales. Há tanta foto que eu gostava de emoldurar. Tinha de abrir uma galeria. ;)

      Eliminar