segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A arte da procrastinação, em todo o seu explendor.


Só no passado sábado é que encaixotei, de vez, o natal.




E não me atrasei pela razão mais válida e bonita que leva grande parte da malta a atrasar-se. Ai não.
Aqui a Mam'Zelle não se atrasou dez dias por gostar muito de ver a casa em modo natalício e por ter imensa pena de dizer adeus a esta época tão alegre e festiva. 
Para ser muito sincera, já estava fartinha de ver o pinheiro a roubar-me metade da sala. Essa é que é a grande verdade.
Atrasei-me porque me doía a cabeça só de pensar em ter de tirar aqueles enfeites todos. Um a um. E colocá-los nas respectivas caixas.
Basicamente, atrasei-me porque tudo o que dá trabalho não é comigo. Assim é que é.
Ponto. ai de ti que fales no meu pai. ai só de ti. esta última parte é para ter graça. unica e exclusivamente para ter graça. Calou!

10 comentários:

  1. Este ano também só agora encaixotei o Natal. Estava a gostar de ver a casa vestida de Natal :)
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, lá está, no teu caso, foi por uma dessas razões bonitas. ;)
      Beijos, boa semana e bem-vinda, Cristina Sousa!

      Eliminar
  2. Aproveitando o assunto, a quem interessar, um teste para identificar seu tipo de procrastinador:

    https://www.playbuzz.com/sidartal10/que-tipo-de-procrastinador-voc

    É baseado no livro de uma psicóloga chamada Linda Sapadin (“It’s About Time!: The Six Styles of Procrastination and How to Overcome Them”, Penguin Books, 1997).

    ResponderEliminar
  3. E eu ainda tenho luzes. Estou tentada a deixá-las todo o ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas, nesse caso, acho que tens toda a razão em deixá-las estar. As luzes ficam bem em qualquer decoração, seja em que altura do ano for. :)

      Eliminar
  4. Abençoada filha do senhor seu pai. Abençoada (dividida estrategicamente por hífenes)
    Olha a Minie e o Mickey. Uma caixinha de chocolates? Era? Dos bons aposto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Blablabla de gajo que nem dividir palavras por sílabas, na sua própria língua, sabe. TRIS-TE-ZA.
      Nope. De bolachas. Delacre. Boas que só elas. Lixado é que quem me deu esta caixa não me volta a dar...

      Eliminar