segunda-feira, 8 de junho de 2015

A Marilyn que se cuide


(ai queriam saber como é que eu consegui subir para cima do tronco? magia, bem ao estilo dos filmes de Hollywood. só para ficarmos na mesma onda.)






nota: o título é brincadeirinha, como é óbvio. Não por a Mam'Zelle não se poder comparar à Marilyn Monroe, que pode. Mas por a senhora já estar morta, enterrada e decomposta e, por isso mesmo, já não ter qualquer hipótese de temer a concorrência.

nota à nota: calma, minha gente. respirem. a nota é brincadeirinha. ninguém no seu perfeito juízo se pode comparar a um ícone como o foi e ainda o é Marilyn Monroe. E a Mam'Zelle, até porque não é loira, tem perfeita noção disso. Ah pois. ai e tal, mas tu não tens juízo nenhum, ó monstro. rectificando: nem uma pessoa sem juízo algum como eu, se pode comparar com tal ícone. satisfeitinho, ó parolo?

14 comentários:

  1. Eu prefiro a Mam´Zelle...porque detesto loiras:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que eu digo. Til, um exemplo de bom gosto. ;D

      Eliminar
  2. A Mam'Zelle é muito linda à sua maneira!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahah! ‘à sua maneira’ foi muito bom, Maria Francisca.
      Que forma subtilmente delicada de dizer as coisas. És uma simpática, é o que é. ;)

      Eliminar
    2. E, claro, o palerma-mor não podia deixar de achar piada.

      Sorrisinho mais parvo, minha nossa...

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Sítio muito fixe, sem dúvida. O que não é de admirar, já que fica em Coimbra. :p

      Eliminar
  4. A Marilyn que se cuide, claramente.
    Comparações fora de jogo, a miúda com pêlo na venta leva vantagem, que não me lembro de ver a Marilyn a posar como lhe era característico num cenário verdejante sobre um tronco ;)
    Assim sendo, vence pela criatividade. Que, já agora, não deveria ser necessário justificá-la. A criatividade, claro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andas a tentar fazer-me concorrência, nos comentários que fazem sorrir. ;)
      Obrigada, Real Desprovido. Fico extremamente sensibilizada com o teu esforço (quanto a mim, bem sucedido, diga-se de passagem) para não me deixares ficar mal neste meu devaneio de post tonto. ;D

      Eliminar
  5. Estas a chamar parolo a quem? :P

    Nota: (sem técnica de disfarce) A Marylin viva tinha muito a temer... o vestido é lindo e fica-te mesmo, mesmo bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu? A chamar parolo? Onde? Quando? Porquê?

      Eheheh. Muito obrigada, Anouska. E nem viste a parte das costas do dito vestido. ;)

      Eliminar
  6. O tronco deve ter meio metro de altura, por isso acredito piamente que foi magia. Só pode.
    Ó liliputiana, como és tão engraçada.

    ResponderEliminar
  7. Meio metro. Pois claro, então.
    Liliputiana que chega bem onde quer e a quem quer. Essa é que é essa…

    ResponderEliminar