quarta-feira, 20 de maio de 2015

Hell yeah!! #37 ou Merda p'ra isto tudo





O dia de ontem. Um autêntico dia de merda.

Não sei se consigo manter a pouca sanidade mental que ainda me resta antes de o raio daquela casa ficar pronta.
Mas o meu medo nem é esse. O meu maior receio é perder esta loucura (boa*) que me caracteriza. Perder a minha essência de tão cansada que estou. 
Exausta, é como me sinto por ter de lidar com tanta porcaria que a vida teima em colocar no meu caminho.
E é isto.



* sim, talvez só eu a ache boa, a minha loucura. mas não há uma cena que diz Se eu não gostar de mim quem gostará? Pronto, é por aí mesmo.

18 comentários:

  1. Mas a casa ainda não está pronta??? É preciso ajuda???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se estivesse pronta já teria feito um comunicado com toda a pompa e circunstância por aqui. Ora pensa lá um tico. ;) Não obrigada. Vou mesmo ter de dar conta do recado sozinha…

      Eliminar
  2. Sabes Mam´Zelle, uma casa é feita de pedras, pedras empilhadas e devidamente alinhadas. Daí teres no teu caminho todas essas pedras.

    A minha nora Bolachita tem que viver numa mansao, ora ora. Ou pensavas que te cruzavas com um simples calhau e pimbas, casa pronta. Népias hahahaahah

    Abracinho apertado e muita energia positiva com garra para que superes todas as adversidades!!!
    Estamos contigo!!!

    (já escrevo o teu nome sem ver ;) palminhas para mim eheheh )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pá, mas as pedras já lá estão devidamente empilhadas há sessenta e tal anos!

      Eheheh. Uma mansão? Pois… pois… :p

      Muito obrigada, Sarah. És uma fixe! :)

      (A sério? Palminhas, sem dúvida!)

      Eliminar
  3. Uma vez fiz "cimento" e só me esqueci da areia portanto, se precisares de ajuda, avisa ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahah! Olha, deves ter aprendido com a malta que lá anda, então. ;p
      Obrigada, agatxitalecoiso!

      Eliminar
  4. Pois (mesmo não conhecendo a tua realidade arrisco a dizer que) só perdes a tua “sanidade mental” se quiseres e o mesmo se aplica à tal “loucura (boa)”. ;)
    Quanto à loucura podes sempre ler o último livro que li (e sobre o qual é o meu último texto – desculpa a publicidade mas vinha propósito)

    Em relação à exaustão, “suchard express” diz-te alguma coisa?

    Beijinho,
    FATifer

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai isto de se perder a sanidade mental é só se uma pessoa quiser? Sendo assim, nem sei como andam tantos malucos por aí. :p Pronto, talvez a expressão ‘sanidade mental’ seja um pouco forte demais. Mas o certo é que o cansaço psicológico acumulado deixa-me com dúvidas sobre o bom funcionamento da minha mente nos próximos tempos. Igual em relação à minha ‘loucura’. :)
      Vou espreitar esse livro, então.

      Suchard express? Claro que que me diz alguma coisa. Muito, até. :)

      Beijo.

      Eliminar
  5. Calma, respirar fundo, contar até 10, está aí o Verão, tirar um dia para ir com a bolacha à praia, comer areia, chapinhar. Depois voltar e gritar com o empreiteiro. =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Mexicola Girl. Tenho de pensar nisso. ;)

      Eliminar
  6. Uma asneira no título e outra no assunto. Alguém anda a precisar de levar a língua com piri-piri.

    P.S.- Da próxima vez tira a foto sem estares com ramela. É só uma ideia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. levar=lavar

      (a culpa é do corrector ortográfico)
      (se o tivesse)

      Eliminar
    2. Ai eu, que fico todo ofendidinho com uma asneirita de nada. Coitado.
      Fique sabendo que a minha língua não precisa de nada disso.

      P.S. Remela? Vai maz’é lavar os olhos.
      Depois conversamos.
      Ou então não.

      Eliminar
    3. (a culpa é do único neurónio)
      (se o tivesses)

      Eliminar
    4. Só que eu não tenho...um único neurónio. São para lá de milhões, digo-te, milhões. Para lá.

      Eliminar
    5. A sério? E estão todos a dormir? Ou será que tiraram férias vitalícias? É melhor averiguar…

      Eliminar