segunda-feira, 24 de junho de 2013

Não foi um balão...


Que me trouxe o São João.
 

 
 
Foi um belo de um manjerico,
Para me fazer rir um tico!
 
 
 
nota: alguém me explica como se cuida de um manjerico? É que eu não sou lá muito dada a plantas, flores e coisas do género. Comigo, tudo morre. Não tenho jeito para a coisa. Pronto.
Então digam-me lá: Deve-se pôr água todos os dias? Dia sim, dia não? (recebi no sábado e ainda não lhe pus nem uma gota) Dá-se melhor dentro de casa? Prefere estar na varanda? Contem-me tudo, sim?
Já agora, eu cá prefiro aqueles manjericos de loiça com um cravinho de papel colorido, super giros que se têm visto por aí e que duram uma vida inteira. Só para o caso de mais alguém querer surpreender a Mam'Zelle nesta altura dos Santos Populares, claro está. Obrigadinha.


16 comentários:

  1. Respostas
    1. Mas que bela ajuda que me deste... :|

      nota: eu não sou de dar miminhos, tá?

      Eliminar
  2. Dá é de beber a quem tem sede e esquece lá o manjerico :)

    Boa semana!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. “dá de beber a quem tem sede”? Essa agora...
      Mas eu lá tenho cara de boa samaritana, ó ND?!!

      Boa semana para ti também!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Borrifa-o só ao entardecer e não o cheires directamente (faz-lhe uma festinha e depois cheira a mão).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Sexinho!
      Por acaso, não sou fã do cheiro do manjerico, por isso não tenciono cheirá-lo muitas vezes...

      Mas, quando mo ofereceram, pediram-me para fechar os olhos e cheirar para adivinhar o que era. Por isso, já cheirei o dito. Pronto, já percebi, está destinado a morrer, coitado.

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava tão entusiasmado que até se repetiu. Que giro...

      Eliminar
  5. Um dia quando inventarem um motor de busca num futuro muito longínquo, uma pessoa pode escrever coisas do género, "como cuidar de um reles manjerico" e aparecem tantos sites com tanta informação útil. Até lá só nos resta imaginar um nome porreiro para algo desse calibre, tipo, "Google"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves achar que tens muita graça, de certezinha. Pois fica sabendo que deves ser o único...

      Por que raio haveria eu de me chatear a pesquisar no Google algo que a malta mais conhecedora me pode esclarecer? Até porque, como já disse, essa coisa das plantas não me interessa por aí além.

      E já agora, se não queres ajudar, vai passear. Pode ser?!
      ;p

      Eliminar
  6. Aa única coisa que sei sobre manjericos é que não se deve cheirar directamente! Toca-se com a mão e cheira-se a mão :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, a única coisa que eu sei é que ontem à noite, quando olhei para o piqueno, estava que como morto. Todas as folhinhas para baixo. Fui logo colocar um tico de água e, uma horita depois, estava de novo todo arrebitado. Pronto para outra... :)

      Eliminar
  7. Boa tarde.
    Um manjerico é como uma planta perfeitamente normal, o problema de morrer em menos de 3 meses é pelo facto de ser um produto "para venda" e que é mesmo para morrer rápidamente, pelo que (e isto foi dito por uma florista) são regados com água salgada.
    Desta forma, a primeira coisa a fazer, assim que se adquire um manjerico é tirar-lhe a terra toda e colocar a raíz debaixo da torneira (lavá-la delicadamente para não partir, mas garantindo que toda a terra sai e a raíz fica limpinha), depois disso, é meter terra nova (de preferência terra de compra, daquela negra, boa. Eu, no fundo dos vasos costumo pôr sempre um pouquito de cardódia, a casca do pinheiro, porque mantém a terra húmida mais tempo, sem ser necessário regar tanto - podes "roubar" um bocadinho de um qualquer pinheiro que encontres na rua e como é um manjerico é mesmo pouquinho o que precisas.)
    Quanto às regas, dás-lhe um nico de água quando vires a terra seca (tocas com um dedo, se vier terra colada ao dedo, está molhado, não "afogues" o manjerico, lol)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Muito obrigada pelas dicas. Estou a ver que entende deste assunto. Eu cá, não sabia nada disso :)
      Vou seguir as recomendações à risca e prometo tentar não afogar o manjerico. Para ser sincera, mais depressa o deixo morrer à sede (quase aconteceu no outro dia, estava mais para lá do que para cá, mas foi só pôr-lhe um tico de água e arrebitou quase de caminho).

      Mais uma vez (duplamente) obrigada! ;)

      Eliminar
    2. Estamos sempre a aprender! ;)

      Eliminar