quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Aqui vai mais um dos meus infindos talentos #2


E este é para valer. É mesmo.
Se, ao outro que aqui apresentei, a maioria da malta não chegou, a este, não há como não o entender.

O meu sexto sentido.
Apuradíssimo. 

E, agora, é ver-vos todos (tantos que vós sois. adoro.) a revirar os olhos. Que é como quem diz a barafustarem interiormente porque isto do sexto sentido não é talento nenhum visto que qualquer gaja que é mesmo gaja tem essa característica.

Não sei. Não estou na cabeça - nem no corpo - das outras moças do planeta terra. Mas, daquilo que conheço do universo feminino, posso garantir-vos que há muito boa rapariga que, ou não o tem, ou então lhe passou um atestado de férias vitalícias. Que é mesmo assim e não há maneira mais subtil de dizer as coisas.

Adiante, que não estou aqui para falar das outras. Mas sim para falar de mim. (o casebre é meu, ok?)

Há quem diga que tenho o dom de ler as pessoas mal as conheço. Não de saber tudo sobre as suas vidas, atenção. Que aqui a Mam'Zelle não é bruxa nem pretende sê-lo. Diz que consigo perceber que tipo de pessoa está à minha frente. Se é de confiança ou não, por exemplo. Entre outros aspectos que não vou aqui detalhar.
Para mim, isto é sexto sentido a funcionar em pleno.

Depois, este meu sexto sentido também consegue prever o que está para vir em determinadas situações.
Ai querem um exemplo? Tão lindinhos. Então aqui vai ele:
Sou óptima a prever futuros casalinhos. 

Ainda hoje tive a confirmação disso mesmo. 
E sorri. Sorri muito. Não por ter percebido, uma vez mais, que o meu sexto sentido tinha funcionado. Até porque já estou fartinha de o saber. Sorri porque previ algo bom. Bom para duas pessoas que não andavam assim tão felizes. Algo bom para duas pessoas que, hoje, são mais felizes do que há umas semanas atrás. E, isso, é do melhor que pode haver. 
Uma pessoa poder sentir-se plenamente feliz, dando e recebendo felicidade de outra pessoa, é um luxo.
É uma bênção.
Resta aproveitá-la.

Aproveitem-na bem, sim?

6 comentários:

  1. Um talento inegável e que com certeza dá jeito (às vezes) ;)

    beijinho Grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá sempre jeito, FAT. Umas vezes mais, outras menos. ;)

      Eliminar
  2. Também tenho este, às vezes atinjo mesmo nível "quase bruxa" :p, tenho histórias inacreditáveis, outras vezes falho redondamente, mas são poucas. Depois chateia porque queremos conversar com outra pessoa sobre o assunto e só ouvimos "mas onde vais buscar essas ideia???" :p antes de perceberem que tínhamos razão, mais tarde...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois claro, Miss Certezas. Não podes ver nada nos outros que também tens de ter. Apre… ;p
      Eu, regra geral, não converso com ninguém a respeito do que antevejo com o meu sexto sentido. Já sei que vai dar m*erda. Prefiro ficar caladinha e guardar as informações só para mim… :)

      Eliminar
  3. Isso é coisa para dar medo, mulher! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coisa para dar medo, Carla? Só se for aos outros. Que, a mim, costuma dar-me bastante jeito. ;P

      Eliminar