sexta-feira, 18 de setembro de 2015

E eu, que nem sou nada dada a lamechices,


dou por mim a ter um tico de pena daquelas pessoas que acham (ou passaram a achar num momento do seu passado que me é alheio) que correr atrás de quem se gosta/ama só faz sentido nos filmes.

24 comentários:

  1. Foste apanhada :D
    Estás a ver como não és desprovida de sentimentos :p
    agora fui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mau… como assim, apanhada?
      Claro que tenho sentimentos. Não sou um robô. E até já o disse com todas as letras. Ok? ;p Por acaso, a pena é daqueles sentimentos que menos gostos de sentir. Não gosto nada. Mesmo.
      Já? Malvado…

      Eliminar
    2. eheheh, tu é que te vangloria-vas de não ter essa coisa dos sentimentos :p
      Vá, bom fim-de-semana cheio de cenas boas.

      Eliminar
    3. 1º - nunca me vangloriei do que quer que seja. Estás a confundir-me, Urso. Nem parece teu.
      2º - confessei por aqui, sim, que não tinha um determinado sentimento desenvolvido. nunca disse que não tinha sentimentos de todo. repito, não seria humana se não tivesse sentimentos.
      Estamos esclarecidos, menino Urso?
      Obrigada, Urso. Espero que também tenhas um fim-de-semana a abarrotar de cenas super hiper mega boas. ;D

      Eliminar
    4. Opah, estou a entrar contigo pois escrevias muitas vezes que não eras dada muito a sentimentos só isso :P
      Não precisavas esclarecer que eu já sabia isso. E eu sei que tu sabes que eu sei.

      Eliminar
    5. Eu sei que estavas na brincadeira. Mesmo assim, já andavas a pedi-las e eu decidi meter-me contigo também. :p
      Nem mais. Isto sim, são frases à Urso. ;)

      Eliminar
    6. Sim, sim, sim. (triplo sim, reparaste?)
      ;)

      Eliminar
  2. Ah e tal quem tem penas são as galinhas… começas a dizer coisas destas e deixas de ser merecedora do “must” que te tínhamos encontrado! :P

    (sim hoje estou numa de fazer jus ao meu nick, pra variar!)

    beijinho Grande,
    FATifer

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah e tal olha-me este que não sabe o que são homófonos… (toma). Como assim, 'dizer coisas destas'? Então uma pessoa já não pode sentir o que quiser e bem entender? Ai tu mudas de opinião como mudas de camisas? ‘tá certo, então… ;p

      (palpita-me, sim, que uma certa pessoa se está a rever no tipo de pessoa que refiro aqui e não gosta da sensação. ahahahahah. :p)

      Outro para ti. :)

      Eliminar
    2. Um gajo não pode brincar um bocadinho que … :( … claro que, mesmo afirmando seres “insensível”, podes “sentir” e afirmar que "sentes" o que tu quiseres (quem sou eu para contrariar a ilusão que estamos num país livre!).

      (palpites também podes ter mas também podes estar errada… :P)

      Mais um beijinho Grande,
      FATifer

      Eliminar
    3. Ei lá... os homens andam muito susceptíveis ou é impressão minha? Será da lua? :p
      É claro que podes brincar, FAT, muito. Agora, tens de levar na boa as minhas brincadeiras também. Pensei que já me conhecesses um tico. Sou bruta, sim, também na brincadeira (ninguém se faz). E continuo a dizer que a insensibilidade não é incompatível com a pena. Pronto. ;p

      (claro que posso estar errada. mas, neste caso, quer-me parecer que não estou. ;D)

      Beijo gordo.

      Eliminar
    4. Susceptível eu? Fases da lua?
      Teimoso sim… e por mais que te reconheça o direito à opinião, “insensibilidade” e “pena”, podem não ser incompatíveis mas são dificilmente conciliáveis. :P

      (para que fique claro, se a “certa pessoa” que referes é a minha pessoa, estás errada).

      beijinho Grande,
      FATifer

      PS – em relação ao novo header, com diria o outro no filme “aponta lá isso para outro lado!” (fora de brincadeiras, gostei!). :)

      Eliminar
    5. Falei em susceptibilidade para a parte em que te ‘queixaste’ de não poderes brincar. Ora podes e deves. Não podes é ficar “ :(“ por eu brincar de volta. Estamos entendidos? ;D
      Para encerrar o assunto. Sou insensível relativamente a um tipo de sentimento que nada tem a ver com pena. Se a tua teimosia não te deixar entender o que acabo de escrever, posso tentar explicar de outra maneira. Estás à vontade. Não estou com pressa. ;p
      Teimoso? Tens dias… :p

      (pronto, pronto, ‘teimoso’. Ganhaste. ;p)

      Beijo gordo.

      (p.s. eheheh, tens medo de te constipar, é? fora de brincadeiras, tens muito bom gosto, FAT.:D)

      Eliminar
    6. Estamos entendidos.
      És portanto selectivamente insensível. Check!

      beijinho Grande,
      FATifer

      PS - … claro que tenho bom gosto, se não tivesse não te vinha visitar! ;)

      Eliminar
    7. Finalmente! Estava difícil… ;p

      Beijo gordo.

      p.s. touché! ;)

      Eliminar
  3. A isso chama-se gente parva que vai deixar fugir o amor da vida delas (ou não)... Egos grandes e depois arrependem-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito que tenha a ver com o ego, sabes. Se calhar até tem mais a ver com falta dele. Enfim, nem sei. Só essas pessoas é que sabem, efectivamente, o que lhes vai na cabeça e no coração. :)

      Eliminar
    2. Se calhar acontece com os 2 tipos de ego ;) De qualquer forma, ficam a perder...

      Eliminar
  4. Pode ser de lambreta? Trotinete?
    É que correr ainda cansa um pouquito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode, pois.
      Até pode ser de patins. Vê lá tu bem.

      Eliminar